Brasil

31 de maio: FENTAC parabeniza os comissários de voo do Brasil e do mundo

Para Sergio Dias é fundamental que as novas gerações lutem e preservem os direitos conquistados nas gerações passadas

Por: Viviane Barbosa, da Redação da FENTAC - Publicação: 30/05/2017 às 18:27 - Atualização: 31/05/2017 às 10:51
Imagem de 31 de maio: FENTAC parabeniza os comissários de voo do Brasil e do mundo

Homenagem FENTAC aos comissários de voo - arte: Mídia Consulte

A Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil da CUT (FENTAC) parabeniza os comissários e comissárias de voo brasileiros e estrangeiros que celebram nesta quarta-feira, 31 de maio, o dia internacional da profissão, que completa 87 anos.

Nas últimas décadas, a categoria no Brasil conquistou importantes direitos, graças à atuação do Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA).

A inesquecível greve histórica de 1985, por exemplo, garantiu o direito às acomodações individuais para todos os tripulantes. Antes só tinham os pilotos e copilotos tinham esse benefício.

Outro momento marcante foi a paralisação dos comissários da extinta Viação Aérea São Paulo (Vasp), em 1986, que teve duração de 19 dias, e assegurou aos tripulantes o dissídio daquele ano, além do pagamento de horas noturnas em dobro e o sábado e domingo noturna em triplo. 

Também graças à luta e atuação do SNA em defesa dos direitos, os tripulantes brasileiros têm assegurado em Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) os importantes direitos: a redução de jornada para as aeronautas que retornam da gravidez; a garantia de pelo menos um sábado e domingo de folga ao mês; o afastamento da atividade tão logo confirmada a gravidez; creche para filhos de até 6 anos, além de pagamentos de horas de voo cancelados, folga no aniversário do aeronauta;  dia disponível para exames de saúde, Passe-Livre e estabilidade quando retorna de licença-médica.


Brasil é protagonista

Sergio Dias, comissário de voo há 32 anos, chefe de cabine na Gol, presidente da FENTAC e diretor de assuntos previdenciários do SNA, conta que há 41 anos, em Congresso no Rio de Janeiro, foi aprovada a criação de uma data em homenagem ao Comissário de voo que, a partir daí, se internacionalizou. 

“Hoje não temos o que comemorar porque lamentavelmente a maioria das empresas não incentiva essa profissão como carreira. Mas é uma profissão maravilhosa e interessante que trata da segurança de voo dos passageiros”, destaca Dias.

Para o comissário de voo é fundamental que as novas gerações lutem e preservem os direitos conquistados nas gerações passadas, que foram muitos e significativos para os tripulantes. 

“Temos que garantir essas conquistas que para nós foi um avanço tremendo. Nós, comissários de voo do Brasil, temos uma das regulamentações mais avançadas no mundo, que hoje é referência para muitos países. Acredito que o principal desafio é manter os direitos conquistados, avançar no número de folgas e ter uma regulamentação profissional mais humana, que assegure a continuidade dessa brilhante profissão”, salienta. 


Arte: Mídia Consulte 

Base

O SNA representa cerca de 18 mil aeronautas, desse total 12 mil são comissários de voo em todo o Brasil. No Estado de São Paulo, o número de comissários de voo totalizam cerca de 10 mil.


Homenagem do SNA
Para homenagear a profissão, o Sindicato Nacional dos Aeronautas promove nesta quarta-feira (31)  evento comemorativo no aeroporto de Congonhas. A atividade será realizada das 10h às 17h, ao lado da Anvisa.

Serão oferecidos serviços gratuitos como buffet, quick massage, esmaltação e maquiagem.
 


Assessoria de Imprensa e Comunicação da FENTAC/CUT
Agência: Mídia Consulte Comunicação Criativa & Marketing
Jornalista Responsável e Editora: Viviane Barbosa Mtb 28121
Jornalista-redatora: Vanessa Barboza - Mtb 74572
Redação:  jornalismo@midiaconsulte.com.br


Notícias Relacionadas

Aeronautas pedem que Embaixada interceda a favor dos pilotos colombianos

13/11/2017 -

Greve já dura 50 dias e Avianca se mantém intransigente

Apoio: Aeronautas brasileiros lançam Campanha para ajudar colombianos em greve

08/11/2017 -

A FENTAC se solidariza com a luta e apoia a paralisação dos tripulantes e trabalhadores em solo da aviação civil Argentina, que é legal e legítima

Campanha Salarial: Conheça as pautas de reivindicações dos aeroviários e aeronautas

27/10/2017 -

A data-base das categorias é 1º de dezembro e estão em campanha cerca de 70 mil trabalhadores da base da FENTAC

+ Notícias

Publicações

+

Da Federação

Dos Sindicatos Filiados

Campanha Salarial 2016/2017

Galeria de Fotos

FENTAC e sindicatos assinam Convenção Coletiva de Trabalho com as Empresas Aéreas no dia 12 de dezembro 2017

Sindicatos Filiados

Parceiros