Brasil

Aeroportuários realizam protestos nos dias 19 e 20 contra ameaça de privatização do governo federal

Notícias veiculadas na grande imprensa recentemente despertam essa preocupação

Por: Viviane Barbosa, da Redação da FENTAC - Publicação: 14/06/2017
Imagem de Aeroportuários realizam protestos nos dias 19 e 20 contra ameaça de privatização do governo federal

Foto: Mídia Ninja

A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), que figura entre as três maiores operadoras aeroportuárias do mundo, corre sério risco de ser extinta, caso as pretensões do governo Temer de privatizá-la sejam concretizadas. Notícias veiculadas na grande imprensa recentemente despertam essa preocupação.

Preocupado com essa ameaça de desmonte da maior estatal pública brasileira, o Sindicato Nacional dos Aeroportuários (Sina) convocou a categoria em todo o país a participar de manifestações nesta segunda-feira (19), às 10h, no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo,  e na terça-feira (20), em frente ao prédio da Diretoria da Infraero, em Brasília (DF), no Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, e nos demais da Rede Infraero.

“Venham com roupa preta, traga apito e panela.  Vamos mandar um recado firme ao governo e combater essa injustiça de liquidar uma das melhores empresas de aeroportos do mundo. Não vamos deixar que ministros decidam o futuro. Ou reagimos agora ou estaremos liquidados”, alertou Francisco Lemos, presidente da entidade, em vídeo divulgado na rede social. 

Todo apoio
A Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil da CUT (FENTAC) é contra essa proposta de privatização, que é uma intenção desse governo, e destaca a necessidade de um debate maior. A entidade também manifesta todo apoio à luta da categoria aeroportuária em defesa da Infraero, dos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras e dos postos de trabalho.

Histórico da Infraero
Fundada em 1973, a Infraero é uma empresa pública nacional comprometida com as pessoas, com larga experiência com a segurança, com o conforto e o bom atendimento aos passageiros. Hoje está entre as três maiores operadoras aeroportuárias do mundo. Segundo dados do Anuário de Estatística Nacional, referente ao ano de 2016, divulgado em maio deste ano, a Infraero administrava 60 aeroportos brasileiros. 

No fechamento desse anuário, não havia entrado a privatização autorizada pelo governo Temer de mais quatro aeroportos: Porto Alegre, Florianópolis, Fortaleza e Salvador. Hoje a Infraero administra 56 aeroportos e também 68 estações de tráfego aéreo e 20 terminais de carga aérea. 

Na gestão Lula-Dilma, foram concedidos para iniciativa privada -- modelo de concessão de até 25 anos com participação no capital da Infraero -- os aeroportos de Guarulhos (SP), Campinas (SP), Brasília (DF), Galeão (RJ), Confins (MG) e Natal (RN).

De acordo ainda com o anuário de estatística da Infraero, o total de passageiros que embarcaram e desembarcaram em 2016 foi de 104,793 milhões. 

A Infraero exerce um papel fundamental no desenvolvimento econômico e social do Brasil. 

 

Atos  do Sina

Luto pela Infraero!

Data: 19 de junho (segunda-feira) 
Horário: 10h
Local: Em frente ao Aeroporto de Congonhas (SP)

Data: 20 de junho (terça-feira) 
Horário:  10h 
Local: Em frente ao prédio da Diretoria da Infraero, em Brasília (DF) e no Aeroporto Santos Dumont (RJ).

Também acontecerão mobilizações nos demais aeroportos da Rede Infraero. O SINA orienta que os aeroportuários vistam preto, levem apitos e panelas!

 


Em março desse ano, o governo Temer privatizou os aeroportos de Porto Alegre, Florianópolis, Fortaleza e Salvador.


Assessoria de Imprensa e Comunicação da FENTAC/CUT
Agência: Mídia Consulte Comunicação Criativa & Marketing
Jornalista Responsável e Editora: Viviane Barbosa Mtb 28121
Jornalista-redatora: Vanessa Barboza - Mtb 74572
Redação:  jornalismo@midiaconsulte.com.br


Notícias Relacionadas

Campanha Salarial: FENTAC e FNTTA realizam primeira rodada de negociação com as empresas aéreas

09/10/2017 -

Neste ano, a negociação vai acontecer  em conjunto com as entidades

Brasília: Aeroportuários participam de audiência no TST para debater Campanha Salarial na Infraero

06/10/2017 -

Mediação proposta pelo órgão ouviu apenas o Sindicato. Nova audiência com a estatal ainda não tem data prevista

RJ: Aeroviários se somam à luta em defesa das estatais

06/10/2017 -

Categoria participou de ato na capital carioca, que reuniu milhares contra venda do patrimônio brasileiro

+ Notícias

Publicações

+

Da Federação

Dos Sindicatos Filiados

Campanha Salarial 2016/2017

Galeria de Fotos

1ª rodada de Negociação da Campanha Salarial dos Aeronautas e Aeroviários 2017

Sindicatos Filiados

Parceiros