Credores aprovam PRJ da Sata

Texto aprovado traz diversas reivindicações dos sindicatos de aeroviários
Os credores da Sata aprovaram, em 5 de março, em assembleia, o Plano de Recuperação Judicial da empresa. Pela proposta, os créditos trabalhistas serão pagos em quatro anos. Todos os pontos propostos pelos sindicatos de trabalhadores e pelo Aerus foram aprovados por unanimidade.

612

Pelo PRJ, a Sata terá que começar a pagar os créditos trabalhistas no prazo de nove meses a contar da homologação do plano. E a cada doze meses, terá que convocar assembleia de credores para aprovar a inclusão de novos créditos trabalhistas que não estejam contemplados no PRJ aprovado e definir sua forma de pagamento. Os sindicatos poderão indicar representante para acompanhar e fiscalizar o cumprimento do PRJ e qualquer venda de uma de suas unidades deverá passar pela aprovação de seus credores no processo.

 

 

Veja aqui o texto do PRJ na íntegra.