Vitória no Aerus: STF obriga União a indenizar massa falida da Varig

A decisão foi acompanhada de perto por dirigentes da FENTAC, Sindicatos  e membros das Comissões dos Estados do Aerus, que estão na luta para uma solução definitiva para os aposentados, pensionistas e ativos

40

Nova vitória da FENTAC, dos Sindicatos dos Aeroviários e Aeronautas  e das Comissões dos Estados do Aerus (Fundo de Pensão). Na  quinta-feira (3), o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu por unanimidade manter a decisão que condena a União a indenizar a massa falida da empresa aérea Varig. 

A decisão foi acompanhada de perto por dirigentes da FENTAC, Sindicatos  e membros das Comissões dos Estados do Aerus, que estão na luta para uma solução definitiva para os aposentados, pensionistas e ativos. 

A boa notícia foi dada direto de Brasília pela porta-voz da Federação, Graziella Baggio, em áudio para o FENTAC ao Vivo.  “O ministro Gilmar Mendes deu seu voto contra os embargos da União e ganhamos por unanimidade. Esse momento é muito rico para nós, pois atingidos esse objetivo depois de quase 10 anos”, comemora.  A vitória foi conquistada após seis tentativas de julgamento. 

Etapa vencida   

Graziella ressalta que essa é apenas mais uma etapa vencida. “Vamos aguardar a publicação da decisão do STF e o início da execução da ação pela  Varig. Esperamos conquistar um acordo satisfatório a todos os envolvidos”, salienta. 

O secretário-geral da FENTAC e dirigente do Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre, Celso Klafke, que compareceu a audiência representando o presidente da Federação, Sergio Dias, que estava em outra agenda, também comemorou a vitória.

“Todos os Sindicatos, Comissões e a Federação estão de parabéns. É o conjunto de todos os esforços que nos trouxe para mais uma vitória, mesmo que parcial. Isso indica que estamos no caminho certo para uma solução definitiva. Até agora, foram só vitórias. Gostaríamos que fosse mais rápido, por conta da idade dos trabalhadores, mas estamos otimistas que vamos vencer”, destaca Klafke.

Luta 

A falência da Varig ocorreu em 2010 e está ação está na Justiça há cerca de 26 anos. Estima-se que mais 20 mil aeronautas e aeroviários aposentados e ativos têm direito a receber recursos do plano Aerus. “ Se o pagamento tivesse sido feito antes evitaria uma grande tragédia social.Graças ao nosso trabalho árduo, que vem dando resultados positivos, estamos confiantes que vamos vencer e todos os beneficiários serão devidamente contemplados”, finaliza Graziella.