Occupy Congonhas

 

54

 

Aeronautas realizam protesto em Congonhas nesta segunda-feira (11/6)

Inspirados no movimento Occupy Wall Street, trabalhadores prometem ocupar Congonhas para protestar contra norma da Anac que reduziu número de comissários a bordo

Pilotos e comissários de voo realizam hoje (11/6), em São Paulo, na sede do Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), assembleia geral extraordinária para discutir a redução do número de comissários de voo provocada por norma da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

A assembleia tem início às 13 horas, na subsede do Sindicato, na Av. Washington Luiz, nº 6817, sala 101, próxima ao Aeroporto de Congonhas. Às 15h30min, está previsto ato no aeroporto, com concentração no saguão principal.

O protesto é inspirado no movimento Occupy Wall Street. O objetivo é reverter a norma da Anac que reduziu o número de comissários a bordo, o RBAC 121. "O ato no Aeroporto de Congonhas é o nosso "Occupy" por mais segurança no transporte aéreo e contra a ganância das companhias", ressaltam os sindicalistas.

No dia 6, a direção do SNA reuniu-se com representantes da Agência, que mostraram-se irredutíveis diante do pedido de revisão da norma. Durante cerca de 3 horas, os sindicalistas elencaram os prejuízos à segurança de voo e à saúde dos trabalhadores com a medida da Agência, que já levou a centenas de demissões nas companhias aéreas brasileiras.

O SNA afirma que há risco para tripulantes e passageiros com a redução, em caso de uma emergência na aeronave. A Anac copiou a norma de outros países, a pedido de uma fabricante de aviões e das companhias aéreas.

Diante da falta de avanços na discussão entre trabalhadores, Anac e Secretaria de Aviação Civil (com quem o Sindicato reuniu-se há poucas semanas), os aeronautas devem iniciar uma onda de protestos nos aeroportos para conscientizar a população e as autoridades sobre os riscos da mudança no RBAC 121.