TAM reduz comissários com base no RBAC 121

Para enfrentar um semestre de prejuízo, a TAM reduziu, no início de setembro, de 4 para 3 o número de comissários nos aviões A319. Cerca de 32% dos voos da companhia são feitos nesses aviões.

161

Agora, TAM, Gol, Webjet e Azul operam com apenas 3 comissários nos voos com até 150 assentos.

O Sindicato Nacional dos Aeronautas já reivindicou à Anac a mudança no RBAC 121, a norma que permitiu essa redução. A entidade elencou inúmeras justificativas técnicas para a manutenção do 4º comissário de voo nesses aviões, mas a Agência tem sido irredutível.

O Sindicato refuta a afirmação da TAM, que disse em comunicado que “a mudança não interfere no nível de serviço e segurança praticado pela companhia”. Para o Sindicato, nenhuma redução de custos justifica reduzir a segurança de voo.

A mesma TAM disse ao jornal Folha de São Paulo, em 2011, que apesar de habilitada a usar três comissários em alguns dos seus aviões, usava “quatro profissionais a bordo para melhor atender aos passageiros”.

Agora, a TAM disse à imprensa que não haverá cortes e que os aeronautas serão realocados em novas aeronaves e novos voos.

O Sindicato segue na luta pela reversão do RBAC 121 e está atento à situação dos tripulantes da TAM.