Assembleia continuada aprova pauta de reivindicações para Campanha Salarial 2019/2020

145

Desde a tarde da última quinta-feira (12), a Assembleia Continuada da Campanha Salarial vem acontecendo nos briefings, em reuniões, assim como aconteceu na sede da entidade e na sala do Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre no Salgado Filho. Com início já no próximo mês de outubro, esta será a primeira negociação com a Latam fora do Sindicato Nacional das Empresas Aéreas (Snea), negociando separadamente com os sindicatos dos trabalhadores.

Na Sala do Sindicato, aeroviários puderam tirar dúvidas e ouvir explanações sobre as negociações e sobre outros fatores que envolvem a Campanha, além poderem aprovar a pauta proposta. A Doutora Renata Chalegre, do escritório Camargo Catita Maineri Advogados Associados e o Supervisor do Dieese no Rio Grande do Sul Ricardo Franzoi explicaram para a categoria os procedimentos de negociação assim como os fatores que são levados em conta para que sejam feitos os cálculos dos reajustes.

Franzoi esclareceu para os aeroviários presentes detalhes de como é calculado o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), índice que utilizado por diversas categorias em seus pedidos de reajuste. (Johnny Oliveira/Sindicato)

 

Para este ano, além da manutenção da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), os representantes dos trabalhadores nas negociações irão buscar um reajuste salarial equivalente a inflação do período mais um ganho real de 2%. Já para os demais índices econômicos da CCT, como piso salarial, vale alimentação e vale refeição, o reajuste pretendido pelas entidades aeroviárias será de 6%.

A pauta com todas as propostas das entidades que representam os trabalhadores será entregue para o Snea na sexta-feira (20), data em que é comemorada a Revolução Farroupilha no Rio Grande do Sul, mas que não é feriado no restante do País. Após essa entrega de pauta, as entidades deverão conversar para que datas sejam escolhidas pra as seguintes rodadas de negociação da Campanha Salarial 2019/2020.

Fortes, diretor sindical que trabalha na Latam, fala para os trabalhadores presentes na sala do Sindicato. Diretor acompanhará diretamente as negociações. (Johnny Oliveira/Sindicato)

Para o Sindicato, essa será uma negociação única, já que é a primeira vez na história que uma empresa aérea deixa o Snea. “Nós estudaremos e executaremos essa negociação com toda nossa experiência do nosso lado. Acreditamos num bom resultado nas negociações deste ano, mas para isso, além de nossa experiência, precisamos de uma mobilização do trabalhador”, afirmam os diretores da entidade.

RePost: Aeroviarios
Fonte: Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre