Aeroviários e aeroportuários participam da 15 ª Plenária Estatutária da CUT-SP

    A atividade teve ricos debates democráticos sobre os desafios da Central diante dos ataques à classe trabalhadora como a Reforma Trabalhista

    846

    Dirigentes do setor aéreo participaram da 15 ª Plenária Estatutária – Congresso Estadual Extraordinário e Único da CUT-SP, realizada nos dias 21 e 22 de julho, na quadra dos bancários, na capital paulista.

    Participaram o presidente do Sindicato dos Aeroviários de Guarulhos e diretor de comunicação da FENTAC, Rodrigo Maciel, os dirigentes do Sindicato e da Federação, Orisson Melo e Debora Cavalcanti  e  o dirigente do Sindicato Nacional dos Aeroportuários (Sina) e da Federação, Paulo Alexandre.

    A Plenária teve ricos debates democráticos sobre os desafios da Central diante dos ataques à classe trabalhadora como a Reforma Trabalhista e a perseguição contra o ex-presidente Lula.

    Segundo o Secretário-geral da CUT-SP e coordenador-geral da plenária, João Cayres  o golpe continua em andamento retirando direitos e quer acabar com a aposentadoria.  “Agora, a nossa luta tem que ser pela revogação da Reforma Trabalhista e em defesa da Previdência Social. Vamos continuar nas ruas e promovendo greves”, afirmou.

    Já o presidente da CUT-SP, Douglas Martins Izzo, disse que o saldo dessa plenária é positivo e que a Central buscará a construção de uma alternativa nas eleições de 2018. “Temos que construir um projeto popular para o estado de São Paulo, articulado com os movimentos populares e partidos de esquerda, para propor uma alternativa para esse estado conservador que, há muitos anos, não apresenta uma política que atenda de fato a população trabalhadora.”

    Congresso Nacional da CUT

    Durante a Plenária, foram eleitos os dirigentes para Congresso Nacional da CUT, que será em agosto.

    Debora Cavalcanti  será  delegada, eleita pela cota de mulheres, Rodrigo Maciel, Paulo Alexandre e um membro da oposição aos condutores de SP irão como observadores. Também foram eleitos o Secretário de Organização da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística (CNTTL) e diretor de Saúde da CUT/SP, Wagner Menezes, o Marrom, e um dirigente do Sindviários (agentes de trânsito).

    Estes dirigentes vão apresentar propostas em defesa dos trabalhadores e trabalhadoras em transportes neste Congresso.

    Recomposição da Direção da CUT-SP

    Também durante a Plenária foram realizadas homenagens ao ex-vice-presidente da CUT-SP, Sebastião Cardozo, o Tião, e ao ex-coordenador da subsede da CUT Araçatuba, Jaime Izidoro, falecidos este ano.

    A direção foi recomposta com o bancário Valdir Fernandes, o Tafarel, na vice-presidência da CUT-SP. Em seu lugar, na coordenação da subsede Osasco, entra o também bancário Luiz César de Freitas, o Alemão. Já na subsede Araçatuba ocupará a coordenação a professora Cleide Maria de Jesus Almeida.