Guarulhos: Contra demissões. aeroportuários decidem entrar em estado de mobilização permanente

Isso significa que os trabalhadores poderão entrar em greve ou realizar protestos e paralisações a qualquer momento no aeroporto

1031

Em assembleia realizada na quinta (9), os aeroportuários de Guarulhos decidiram por unanimidade entrar em estado de mobilização permanente. Isso significa que os trabalhadores poderão entrar em greve ou realizar protestos e paralisações a qualquer momento no aeroporto. A informação é do Sindicato Nacional dos Aeroportuários (Sina).

Segundo o Sindicato, os trabalhadores denunciaram na assembleia a precarização das condições de trabalho no Aeroporto de Guarulhos e afirmaram que é preciso que todos se unam para defender os postos de trabalho, caso contrário as demissões podem se ampliar ainda mais.

Além disso, a categoria decidiu que vai lutar pela reversão das 158 demissões realizadas pela concessionária GRU Airport.

A mobilização dos trabalhadores teve apoio FENTAC, da CUT do Sindicato dos Aeroviários de Guarulhos (Sindigru), e do Sindicato dos Bancários de São Paulo.