Frota das Aéreas brasileiras é uma das mais jovens do mundo

A média é de 6,7 anos de uso, cinco anos menos que a média mundial, que é de 11,7 anos

191

A frota de aeronaves das quatro maiores companhias aéreas do Brasil, Avianca, Azul, Gol e Tam, está entre as mais jovens do mundo. A média é de 6,7 anos de uso, cinco anos menos que a média mundial, que é de 11,7 anos. Os dados são do Panorama Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) 2014, estudo anual que reúne indicadores operacionais das associadas. 



As principais vantagens de aeronaves mais jovens são menores gastos com combustíveis e manutenção. No entanto, aviões novos, têm custos de leasing (uma espécie de aluguel) e depreciação maiores do que os com mais tempo de uso. O investimento em equipamentos modernos é a alternativa mais utilizada no Brasil, pelo elevado custo que tem o querosene de aviação, em decorrência da alta tributação que sofre no país. O combustível é responsável por 38% dos custos de operação das empresas nacionais.



A análise teve como fonte dados da ICAO (sigla em inglês da Organização Internacional de Aviação Civil) e do portal Airfleets.net. Ela priorizou empresas de capital aberto e que fossem representativas em seu mercados de atuação.



Com CNT