Informe sobre a greve é veiculado nos principais meios de comunicação do País

O comunicado explica aos usuários do transporte aéreo os motivos da greve; confira a seguir

365

Pensando no bem-estar dos usuários do transporte aéreo, o Sindicato Nacional dos Aeronautas veicula, a partir desta quinta-feira (15), nos principais meios de comunicação do país, informes publicitários que fazem alerta aos passageiros e explicam os motivos da greve.

A paralisação da categoria ficou decidida em assembleia realizada na quarta-feira (14). A partir de 22 de janeiro, serão suspensas todas as decolagens entre 6h e 7h da manhã, em todo o país.

Confira abaixo a íntegra do informe publicado nos jornais Folha de S.Paulo, O Estado de S. Paulo e O Globo.

“Nota ao público – Paralisação de pilotos e comissários

Em respeito a toda a sociedade, em especial aos usuários do transporte aéreo, o Sindicato Nacional dos Aeronautas informa que comandantes, copilotos e comissários decidiram fazer paralisação parcial das atividades aéreas no país.

A paralisação acontecerá a partir do próximo dia 22 de janeiro, em todos os voos entre 6h e 7h da manhã, em todos os aeroportos do país.

A ação deverá ser mantida ou intensificada nos dias subsequentes, por tempo indeterminado — até que haja uma resposta positiva das empresas aéreas na negociação da Convenção Coletiva de Trabalho.

A categoria reivindica melhores condições de trabalho, especialmente escalas que gerenciem a fadiga da tripulação e garantam a segurança de voo de todos.

Além disso, os trabalhadores lutam por um reajuste digno, já que há quatro anos não têm ganho salarial real.

Em nome dos aeronautas, o Sindicato ressalta que a preocupação primordial é com o respeito aos passageiros e com a segurança de todos.

A categoria conta com o apoio da sociedade e com o bom senso das empresas aéreas para que transtornos sejam evitados.

Diretoria do Sindicato Nacional dos Aeronautas”

Do SNA