Socorro às companhias aéreas teve participação da FENTAC e sindicatos filiados

Matéria aprovada na Câmara, segue para o Senado e depois, sanção do Presidente

85

Na terça-feira, 7/7, a Câmara dos Deputados aprovou texto-base da medida provisória 925, que foi editada em março para ajudar as companhias aéreas.

A MP foi ampliada para aumentar o fôlego às cias aéreas, mas, principalmente, para garantir que os salários das trabalhadoras e trabalhadores fossem pagos.

A grande mídia deu destaque para a ação do governo, só que pela ótica das empresas. Mas somos nós, trabalhadoras e trabalhadores, os maiores prejudicados pela pandemia.

E nessa intenção, a FENTAC, junto com os sindicatos filiados, conversou com os congressistas de Brasília, independente da bandeira partidária.

Entendemos que as companhias aéreas tiveram problemas com cancelamento de passagens, diminuição de voos, entre outros, mas, existem estratégias de marketing que as empresas estão cansadas de saber e, principalmente, dominam essa técnica.

Não é necessário jogar para o trabalhador as mazelas da pandemia.

Nem entraremos no mérito dos lucros exorbitantes que todas as cias aéreas tiveram no ano passado e, isso, não somos nós que falamos, basta uma simples busca no Google.

PALIATIVO

As medidas aprovadas na Câmara são paliativas e apesar de não resolver nosso problema, ajuda a diminuir. A matéria segue, então, ao Senado e, é preciso que se aprove por lá para sanção do Presidente.

O QUE RESOLVE?

A luta organizada. Não existe outro caminho. A pandemia, de todos os males que nos trouxe, carregou consigo alguns ensinamentos.

Faça parte da solução. Associe-se ao seu sindicato.