Comprometida com a saúde dos trabalhadores/as do setor aéreo, FENTAC se filia ao DIESAT

58

Conforme prevê o estatuto, a Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil (FENTAC) promoveu sua reunião ordinária no último dia 12 de março, em que se filiou ao Departamento Intersindical de Estudos e Pesquisas de Saúde e dos Ambientes de Trabalho (DIESAT).

Criado em 14 de agosto de 1980 pelo e para o movimento sindical, o DIESAT é uma entidade voltada à segurança saúde do trabalhador em seu ambiente de trabalho, tendo como propósito fortalecer a atuação sindical e social no campo de saúde do trabalhador a partir das especificidades das categorias e territórios para garantir condições dignas de trabalho. O DIESAT subsidia as entidades no planejamento e desenvolvimento das ações de melhorias em prol da promoção e prevenção da saúde do trabalhador.

Além disso, o DIESAT tem por objetivo informar e dar voz aos trabalhadores, através do desenvolvimento de materiais relacionados à saúde do trabalhador, com a meta de integrar sociedade e os movimentos sociais e sindicais.

Como sabemos, a temática saúde do trabalhador é ampla e minuciosa, estando os indicativos e os dados oficiais aquém da realidade. Enfrentamos complexos problemas de seguridade social, informalidade, ambientes e processos de trabalho inseguros e não saudáveis que assolam o mundo do trabalho e suas relações, escapando muitas vezes à possibilidade de intervenção dos trabalhadores, dos seus respectivos representantes ou ainda dos profissionais das instituições que tratam do tema.

Diante dessa complexidade, a filiação da FENTAC ao DIESAT é uma novidade de grande importância para a representação dos interesses dos trabalhadores e trabalhadoras aeronautas, aeroportuários e aeroviários.

O presidente da FENTAC, Paulo Alexandre Pereira da Silva, comenta a conquista: “É com muita alegria que informamos os trabalhadores e trabalhadoras do setor aéreo que a FENTAC se filiou ao DIESAT, que agora passa a ser um parceiro da federação. O DIESAT é um departamento especializado na saúde e na segurança do trabalhador em seu ambiente de trabalho. E com este parceiro nós estaremos municiados de especialistas capazes de nos assessorar na questão da saúde do trabalhador”.

Paulo Alexandre destacou que da mesma forma que atualmente a FENTAC conta com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIESSE) para dar suporte nas negociações coletivas que envolvem a sustentabilidade econômica, a partir de agora as negociações coletivas de saúde contarão com o suporte e apoio do DIESAT. 

“A partir de agora teremos uma discussão muito mais técnica e aprofundada sobre a fadiga do trabalhador no setor aéreo, sobre o excesso de trabalho e sua consequências, sobre a questão da saúde mental, questões de assédio moral e sexual, questões de EPIs, tudo isso que nós já vínhamos discutindo ao longo dos anos, mas que agora nós teremos um parceiro com técnicos e especialistas, com gente capacitada que estará sempre ao nosso lado para nos dar suporte técnico e legal”, explica o presidente.

De acordo com o presidente do DIESAT, Edison Flores Lima Filho, “Sem saúde não tem trabalho”.

“Então, trabalhadores e trabalhadoras do setor aéreo, hoje é um dia de muita alegria com essa parceria com o DIESAT. A parte patronal que se cuide e que respeite o trabalhador na questão de segurança e de saúde”, completa Paula Alexandre.

A reunião contou com a presença do presidente do DIESAT, Edison Flores Lima Filho; do membro da Comissão Tripartite Paritária Permanente (CTPP),  Luiz Carlos Pignagrandi (Pinhé); e do coordenador técnico do DIESAT, Eduardo Bonfim da Silva. Além disso, o DIEESE, na presença de Fernando Lima, técnico da entidade, também participou do encontro com intuito de cativar mais filiados, e aproveitou a oportunidade para realizar uma análise de conjuntura do setor aéreo, destacando a relevância do DIEESE junto aos sindicatos nas mesas de negociação.

Por fim, durante a reunião, a FENTAC aproveitou a oportunidade para definir o calendário da assembleia geral de prestação de contas, que será realizada em junho de 2024.