Guarulhos: Sina consegue acordo para amenizar impacto da demissão coletiva no GRU Airport

Segundo o Sindicato, o acordo irá garantir aos aeroportuários demitidos no início de fevereiro um acréscimo na indenização

1066

Após mediação no Ministério Público do Trabalho de Guarulhos, a direção do Sindicato Nacional dos Aeroportuários (Sina) conseguiu negociar um acordo com a concessionária GRU Airport, visando reduzir o efeito das demissões em massa promovidas pela empresa. A informação é do Sina.

Segundo o Sindicato, o acordo, assinado no dia 20 de fevereiro, irá garantir aos aeroportuários demitidos no início de fevereiro um acréscimo na indenização equivalente a um salário vigente, para cada trabalhador, contemplando no máximo os cargos de supervisão, limitado a R$ 3.500,00.

Além disso, o Sina conseguiu estender o convênio médico desses trabalhadores por três meses, e obteve o compromisso da empresa de que, havendo a retomada de contratações, os trabalhadores demitidos terão prioridade em uma futura seleção para preenchimento de vagas.

A direção do Sindicato avalia que, apesar de não ter conseguido a reintegração dos demitidos, que foi desde o início a grande luta da entidade, o acordo contribui para que esses trabalhadores tenham condições um pouco melhores para enfrentar o período em que estarão lutando por sua sobrevivência.