Empresas mantêm proposta de reajuste salarial sem ganho real

Após muito debate, sindicatos optaram por adequar as pautas para que as negociações possam dar andamento

457

Na quarta rodada de negociação, 12/11, o SNEA (Sindicato Nacional das Empresas Aéreas) manteve a proposta de reajuste de acordo com INPC (Índice Nacional de Preço do Consumidor) nas cláusulas econômicas da CCT (Convenção Coletiva de Trabalho), sem ganho real.

A reunião aconteceu no SNA (Sindicato Nacional dos Aeronautas), entre SNEA e a participação dos sindicatos filiados à FENTAC.

Após muito debate com as empresas, sindicatos optaram por adequar as pautas de reivindicação para que as negociações possam dar andamento.

Nova pauta de reivindicação dos aeroviários

  •  Reajuste salarial de acordo com INPC mais 1,5% de ganho real;
  •  5% de reajuste nas demais cláusulas econômicas;
  •  Garantia de folga agrupada mensal;
  •  Garantia de vale alimentação após 180 dias em caso de afastamento pelo INSS, inclusive férias;
  • Adequação de prazo para entrega do PPP (Perfil Profissiográfico Previdenciário);
  • Empresas devem comunicar os Sindicatos em caso de abertura de CAT (Comunicado de Acidente de Trabalho) no máximo 48h do ocorrido;
  • Garantia de homologação nos Sindicatos;
  • Garantia de estabilidade próximo à aposentadoria;
  • Transporte disponibilizado pela empresa quando não houver transporte público; disponível durante a madrugada;
  • Aumento do número de dirigentes sindicais nas bases do sindicato nacional dos Aeroviários;
  • Concessão de passagem – Sem limite de idade para filhos.

As empresas se comprometeram em estudar e responder a nova pauta apresentada pelos sindicatos, no que diz respeito às cláusulas sociais. Já em relação as cláusulas econômicas, SNEA mantém a postura de oferecer apenas INPC em todos os índices.

21 de novembro

Em função das negociações, o SNEA provocou uma reunião que estava fora do calendário pré-determinado, com isso, as companhias aéreas irão apresentar nova contraproposta no dia 21 de novembro.

Reunião com Latam

A Latam disparou um vídeo falando de algumas propostas boas para a categoria, só esqueceram de mencionar que as propostas estão em nossa pauta de reivindicações e, que até o momento, o reajuste salarial que eles oferecem é de 0%.

Em todas as reuniões, a companhia vem jogando para gente a responsabilidade de apresentação de uma proposta e a FENTAC já deixou claro que nossa pauta de reivindicações foi protocolada em todas as empresas.

Quando a Latam nos chamou para conversar em separado porque poderíamos avançar em alguns pontos de nossa CCT, nós não demos às costas, afinal, conversar não é ruim, nunca.

Agora, o nosso norte é a CCT, nenhum direito a menos do que nela está.

Com colaboração da Agência Amora agenciaamora.com.br