FENTAC E CNTTL repudiam expulsão de dirigentes sindicais do SNA

Entidade busca diálogo para debater sobre o tema

320

Frente a expulsão de seis delegados sindicais por parte do Sindicato Nacional dos Aeroviários (SNA), a Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil da CUT (FENTAC) vem se posicionar contra ao que foi decidido pela direção do sindicato.

A FENTAC entende que este não é um momento de dividir forças, mas de união em defesa dos trabalhadores. Para a Federação, essa desunião favorece apenas os que atacam os direitos os trabalhadores.

Para a Federação, a autonomia e a liberdade sindical são valores que devem ser defendidos, mas estes devem ser sempre acompanhados do diálogo.

Sensibilizada pelo tema, a FENTAC buscou discutir a situação com a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística (CNTTL). Em uma reunião de rotina entre as entidades, todos os dirigentes presentes no encontro, que se deu de forma virtual, se posicionaram contra as expulsões.

O presidente interino da CNTTL Eduardo Guterra também se manifestou contra as expulsões dos dirigentes, afirmando que defende a posição da FENTAC, importante parceira em um setor de grande importância para o ramo. Ainda sobre a FENTAC, o representante da CNTTL elogiou o trabalho da direção, afirmando que esta pode contar com a Confederação.

Ainda buscando discutir a questão, a FENTAC enviou um ofício para a Central Única dos Trabalhadores (CUT). No ofício é solicitada uma reunião para debater o tema “Representação e Organização da Setor Aéreo”, onde a FENTAC irá expor a sua preocupação sobre o assunto.