Porto Alegre: Aeroviários na TAP ME rejeitam mudança na jornada de trabalho

Categoria foi consultada em assembleia na terça (27)

343

Os aeroviários na TAP ME, em Porto Alegre, rejeitaram em assembleia realizada na terça (27) a proposta da empresa de alteração da jornada de trabalho. A informação é do Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre.

 “Os trabalhadores já foram muitas vezes chamados a ajudar e prontamente colaboraram, com o intuito de que fossem superados problemas financeiros e garantidos os empregos. A empresa, no entanto, não demonstra a mesma boa vontade”, explica a direção do Sindicato.

De acordo com a entidade, a proposta previa a criação de três turnos de trabalho, de segunda a sexta-feira, de terça-feira a sábado e de quarta-feira a domingo, com revezamento semanal, e tinha como contrapartida a estabilidade no emprego por um ano, subsídio de alimentação, plano dentário e transferência do fundo de pensão da Petros para a iniciativa privada (o que, segundo a empresa, custaria R$ 5 milhões).

O Sindicato recebeu a proposta de alteração da jornada de trabalho em audiência com o procurador da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE), solicitada pela empresa.