Vitória da Unidade: Tri-Star suspende demissões arbitrárias de dirigentes do SINTAAG/CUT no Aeroporto Internacional de Guarulhos

Empresa volta atrás, após reunião com dirigentes da FENTAC, Sindigru e Subsede da CUT/SP em Guarulhos

326

Graças à unidade do movimento sindical cutista, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Auxiliares de Guarulhos (SINTAAG/CUT), Jorge Antonio Dardis e o diretor de Segurança e Medicina e do Trabalho, José Aparecido Ramos Barbosa, serão readmitidos aos seus cargos na Tri-Star, no Aeroporto Internacional de  Guarulhos. 

A reintegração dos dirigentes aconteceu após reunião, realizada na quarta-feira (5), na sede da empresa em Guarulhos, que reuniu os presidentes da FENTAC/CUT, Sergio Dias, do Sindigru, Rodrigo Maciel, o diretor da Federação e do Sindigru, Orisson Melo, o diretor do SINTAAG, Ademar Oliveira Lima, e o coordenador da Subsede da CUT/SP em Guarulhos, Marcos Meira, o Marcão.

A luta pela reintegração desses companheiros iniciou no dia 29 de setembro e contou com apoio da FENTAC/CUT, da CNTTL/CUT e da CUT/SP, que fizeram uma ampla Campanha pela readmissão urgente dos sindicalistas. 

Ofício
Em ofício da  Tri-Star, assinado pelo proprietário, enviado nesta quinta-feira (6), a empresa  agradece a reunião cordial e enaltece “as ótimas relações que sempre foram mantidas com as entidades sindicais”. “Considerando a maneira cordial como vocês (Sr Orisson,  Sr Maciel,  Sr Sergio, ) nos solicitou a revisão destas demissões, a TRI STAR decidiu proceder com a reintegração de ambos os funcionários representantes do Sintaag”, diz o documento.

Ainda segundo o ofício, a TRI-Star reforça que “tem absoluta certeza de que a permanência de ambos sindicalistas na empresa será muito boa para ambas as partes”.

Melhor caminho é o diálogo 
Para o presidente da FENTAC, Sergio Dias, a reintegração dos dirigentes do SINTAAG é uma vitória da unidade do movimento sindical. “O diálogo político é o melhor caminho para resolvermos os conflitos do mundo do trabalho e sempre vamos trilhar nessa direção”, finaliza Dias.