Aeronautas alertam para risco à segurança de voo com ameaças de novas demissões na Latam

Em nota, Sindicato revela que “política do medo” da empresa tem afetado os tripulantes

373

O Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) divulgou nota alertando à sociedade sobre os riscos à segurança de voo por conta das demissões na companhia aérea Latam Airlines.

O comunicado revela que a “política do medo” da empresa vem causando extrema ansiedade e instabilidade entre os tripulantes e que, de acordo com a avaliação do Sindicato, coloca em sério risco a segurança de voo.

Leia a seguir no portal FENTAC

 Diante das centenas de demissões de tripulantes ocorridas nos últimos meses na Latam, sem observância da Convenção Coletiva de Trabalho, e da sinalização por parte da empresa de eliminar outros 600 postos de trabalho de pilotos e comissários de voo, o SNA (Sindicato Nacional dos Aeronautas) faz um alerta a toda a sociedade com relação à segurança de voo, ativo mais importante da aviação.

Pilotos e comissários da Latam receberam comunicação interna da empresa em que foram informados de que seus empregos estariam em risco, especialmente caso não aceitassem mudanças que resultariam em redução salarial.

Esta “política do medo” é justamente o que vem causando extrema ansiedade e instabilidade entre os tripulantes e que, de acordo com a avaliação do sindicato, coloca em sério risco a segurança de voo.

O SNA inclusive já alertou as autoridades da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) sobre a gravidade do problema.

Pressão, ansiedade e estresse afetam diretamente as tomadas de decisão e a capacidade de concentração, geram desconforto psicológico e potencializam a possibilidade de erro humano. 

Em nome da segurança de todos e na defesa dos direitos trabalhistas dos aeronautas, o SNA trabalha e continuará trabalhando para, por via negocial e judicial, construir alternativas junto à companhia e tentar evitar danos e prejuízos para todos os envolvidos.