Pernambuco: Aeroviários cruzarão os braços por 24 horas na Greve Geral

    Segundo o Sindicato, a paralisação vai respeitar a Lei de Greve, ou seja, 30% do serviço estará funcionando

    866

    Os trabalhadores da base do Sindicato dos Aeroviários de Pernambuco também vão se somar na sexta (28) à Greve Geral, contra as reformas trabalhista, da previdência, e contra a Lei da terceirização irrestrita propostas pelo governo ilegítimo de Temer.

    Segundo o Sindicato, a paralisação da categoria será de 24 horas e vai respeitar a Lei de Greve, ou seja, 30% do serviço estará funcionando. 

    A base do Sindicato dos Aeroviários de Pernambuco conta com 6 mil trabalhadores. 

    28 de abril, greve geral

     A CUT e as centrais sindicais definiram o dia 28 de abril para um novo movimento nacional de protestos e paralisações contra as reformas do governo golpista de Temer, incluindo Previdência, legislação trabalhista e terceirização. "Vamos parar o Brasil" é o tema da mobilização, que ocorrerá às vésperas do 1º de Maio e pretende influenciar nas propostas em discussão no Congresso.