Dia 24 terá protesto nacional por saúde e proteção do trabalhador

Centrais sindicais pedem por medidas urgentes e mais abrangentes do governo

422

Na próxima quarta-feira (24), em todo o Brasil, sindicatos de trabalhadores de diversas categorias realizarão ações em protesto contra as atuais políticas de combate ao covid-19 do país. As centrais sindicais batizaram esta data de “LOCKDOWN NACIONAL – Dia Nacional de Luta em defesa da vida; da vacina; do emprego e do auxílio emergencial de R$ 600”.

As centrais consideram que atual situação crítica em que o país se encontra não será revertida sem investimentos em medidas de grande escala por parte dos governantes. Por isso, as entidades defendem soluções que foram aplicadas com sucesso em outros países, como é o caso da vacinação em massa e um auxílio que possibilite que a população fique em casa.

Por parte sindicatos filiados, conforme estabelecido pela FENTAC/CUT, serão realizadas falas com caixa de som em locais e horários estabelecidos por cada sindicato e também conversas com as categorias respeitando o distanciamento e evitando aglomerações. Além dessas ações presenciais, também serão desenvolvidos trabalhos nas redes sociais.

Para a FENTAC/CUT, o papel dos sindicatos filiados será de “conscientizar e orientar os trabalhadores a seguirem com o isolamento social, conversar com as categorias sobre a importância de ficar em casa sempre que possível”, afirma o presidente Paulo Alexandre.