Porto Alegre: Sindicato pressiona RH da TAP M&E para melhorar alimentação

Em reunião, empresa disse que resolverá problemas em 40 dias

483

O Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre cobrou providências do setor de Recursos Humanos da TAP M&E sobre a reclamação dos trabalhadores a respeito da alimentação servida no refeitório, que é fornecida pela empresa terceirizada Natura.

Segundo o Sindicato, a empresa se comprometeu em resolver os problemas em 40 dias. “não entendemos esse  prazo tão extenso, já que para melhorar a qualidade dos alimentos basta executar melhor a refeição seguinte, oferecendo pratos com melhor qualidade e quantidade, reforçando também o cuidado com a higiene (para evitar os indesejáveis cabelos na comida) e a conservação (evitando que pessoas passem mal)”, frisa nota da entidade.

Vista grossa

O Sindicato relata que o RH tem feito vista grossa para muitas situações, como o sucateamento do pátio, o risco das roldanas caírem, a forma inadequada com que estão sendo extraídas as buchas, ou a falta de equipamentos de proteção coletiva, que gera a maioria dos acidentes.

A entidade anunciou que fará boicote ao refeitório e, com certeza, terá o apoio da categoria. “Chega de desculpas da Naturas. A TAP ME tem que resolver  essa situação urgentemente”, finaliza a nota.