Porto Alegre: Aeroviários participam de ato contra retirada de direitos no Salgado Filho

O objetivo foi pressionar deputados e senadores, que estavam indo para Brasília, para que votem contra as propostas que penalizam a classe trabalhadora

827

Os aeroviários de Porto Alegre, a CUT-RS e centrais sindicais realizaram ato contra as reformas da Previdência e Trabalhista do governo ilegítimo de Michel Temer (PMDB) nas vias de acesso do Aeroporto Internacional Salgado Filho. A mobilização aconteceu na madrugada de segunda (8).  

 O objetivo foi pressionar deputados e senadores, que estavam indo para Brasília, para que votem contra as propostas que retiram direitos dos trabalhadores.

O ato faz parte do calendário de lutas da CUT  e centrais, que estiveram reunidas na quinta-feira (4) em São Paulo, e deliberaram fazer manifestações entre os dias 8 e 12 de maio nos aeroportos em seus estados de origem e também nos redutos eleitorais dos parlamentares da base aliada do governo golpista.

Ocupa Brasília
Entre os dias 15 e 19 de maio, as centrais promovem o “Ocupa Brasília”. Já está sendo organizada a ida para a capital federal de diversas categorias de trabalhadores do campo e da cidade, com apoio de diversos movimentos sociais, a fim de pressionar os parlamentares contra a aprovação das reformas de Temer.

Também haverá uma marcha da classe trabalhadora contra a retirada de direitos, que deve terminar em frente ao Congresso Nacional.