Campanha Salarial 2018: FENTAC/CUT e SNEA definem calendário das negociações

Participaram da reunião dirigentes dos Sindicatos Aeroviários de Guarulhos, Pernambuco, Porto Alegre e dos Sindicatos de base Nacional dos Aeroviários e Aeronautas

942

Foi realizada nesta terça feira (23) a primeira rodada de negociação da Campanha Salarial dos aeroviários e aeronautas da base da FENTAC com o Sindicato das Empresas Aeroviárias (SNEA). A rodada aconteceu no hotel Meliá, no bairro do Ibirapuera, em São Paulo.

Participaram da reunião dirigentes dos Sindicatos Aeroviários de Guarulhos, Pernambuco, Porto Alegre e dos Sindicatos de base Nacional dos Aeroviários e Aeronautas. 

Durante a rodada, os representantes da bancada patronal apresentaram os critérios/normas para construir um ambiente de negociação produtivo para debater as pautas dos trabalhadores e das empresas.

Nesta primeira reunião ficou definida as datas das próximas rodadas que serão: 31/10 e em novembro  7/11, 13/11 e 22/11, todas  das 9h30 às 12h, em locais a serem definidos. 

Confira as principais reivindicações dos aeroviários e aeronautas

Pauta de reivindicações dos aeroviários e aeronautas está com as empresas aéreas

Reivindicações das categorias – econômicas 

Neste ano, os sindicatos dos aeroviários e aeronautas reivindicam a reposição integral da inflação do período de 12 meses da data-base 1º de dezembro, (calculada pelo INPC-IBGE) acrescida de 2% a título de ganho real nos salários dos aeroviários e dos pilotos e comissários.

Os tripulantes também reivindicam a reposição da inflação acrescida de 2% nas cláusulas econômicas: pisos, diárias de alimentação (exceto internacionais que o pedido foi maior), vale-alimentação e seguro de vida. 

Já para os aeroviários, nos demais itens econômicos, como piso, cesta-básica, vale-refeição, seguro e outras econômicas, a reivindicação é de 10%.

Reivindicações sociais  das categorias 

As categorias reivindicam melhorias nas condições de trabalho, saúde, proteção, segurança e que assegurem qualidade de vida. 

Nesta Campanha Salarial,  os aeroviários propõem a inclusão de cláusula na Convenção Coletiva de Trabalho para que as homologações continuem sendo feitas nos sindicatos e  auxílio-maquiagem para as aeroviárias, que pagam do próprio bolso por uma norma que é exigida pelas empresas. 

Outras prioridades são a criação de campanhas de conscientização para combater o assédio moral e todos os tipos de discriminações; e que as empresas tenham sensibilidade e subsidiem em 100% o valor dos medicamentos receitados em decorrência de acidentes de trabalho ou doenças que surgiram no local de trabalho. 

Os aeronautas e aeroviários também reivindicam a inclusão de cláusulas novas, que garantam um plano de previdência privado, de saúde e odontológico para todos os trabalhadores.

Atos nos aeroportos

Nesta terça-feira (23) dirigentes do Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre distribuíram no aeroporto Salgado Filho o informativo da Campanha Salarial "Abrace esse Compromisso", que apresenta as expectativas da Campanha e as principais reivindicações das categorias. Durante essa semana estão programadas panfletagens  nos aeroportos de Guarulhos, Pernambuco e nas bases do Sindicato Nacional dos Aeroviários. 

#AbraceEsseCompromisso

O mote da campanha neste ano é “#AbraceEsseCompromisso” e o objetivo é conscientizar os trabalhadores e trabalhadoras da aviação sobre a importância de valorizarem as conquistas nas Convenções Coletivas de Trabalho (CCTs), bem como a lutarem pela melhoria e ampliação de mais benefícios nas CCTs. A data-base das categorias é 1º de dezembro.