Campanha Salarial: Aeronautas aprovam pauta de reivindicações

A data-base da categoria é 1º de dezembro e estarão em Campanha cerca de 20 mil pilotos, copitos e comissários de voo da base da FENTAC no país

847

Os pilotos, copilotos e comissários de voo da base do Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) aprovaram em assembleias realizadas na quinta-feira (21) em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Porto Alegre e Campinas a pauta de reivindicações da Campanha Salarial 2017. 

Neste ano, os  aeronautas reivindicam a reposição integral da inflação da data-base, 1º de dezembro, mais 5% de ganho real (produtividade) nos salários, pisos, diárias de alimentação (exceto internacionais), vale alimentação e seguro de vida.

Entre as cláusulas sociais, as principais reivindicações da categoria são: fim do limite de assentos para o Passe Livre; passe Livre nos ônibus das empresas para deslocamento entre aeroportos; cursos e reuniões obrigatórias deverão constar das escalas e ser remunerados na mesma base da hora de reserva; 11 folgas mensais para tripulantes que voam widebody; período oposto com dez folgas consecutivas (dentro das regulamentares) seis meses após o retorno das férias; fim do teto para pagamento do vale alimentação; prazo de cinco dias de antecedência para publicação das escalas durante todo o ano; pagamento do período de tempo de solo entre etapas; garantia de estabilidade de 90 dias após retorno do INSS; garantia de franquia de bagagens para tripulantes em escala ou no uso do Passe Livre (sem cobrança); homologação de termo de rescisão nas representações do SNA para aeronautas com mais de um ano de contrato.

“Esse é o momento de nos unirmos. Lembramos que temos uma Nova Lei do Aeronauta que vai entrar em vigor em breve e que dialoga com a CCT, mas temos também uma nova lei trabalhista em vista e sabemos que uma convenção coletiva forte pode nos proteger em diversos aspectos. Precisamos da participação de todos nas assembleias para garantir direitos e fortalecer a profissão”, avalia o presidente do Sindicato Nacional dos Aeronautas, Rodrigo Spader. 

A data-base da categoria é 1º de dezembro e estarão em Campanha cerca de 20 mil pilotos, copitos e comissários de voo da base da Federação no país.