Secretária geral da FENTAC recebe homenagem por luta em prol dos trabalhadores na aviação civil

Selma Balbino ganhou medalha da Associação dos Antigos Aluno da Faculdade Nacional de Direto (Alumni-Fnd)

415

A secretária geral da FENTAC/CUT e diretora do Sindicato Nacional dos Aeroviários, Selma Balbino, foi homenageada em solenidade organizada pela Associação dos Antigos Aluno da Faculdade Nacional de Direto (Alumni-Fnd), na quinta (10), no Salão Nobre da entidade, no Rio de Janeiro.

A sindicalista recebeu a Medalha Liberdade e Cidadania por seu reconhecido trabalho de luta no SNA, realizado há mais de 20 anos. Selma ingressou no setor aéreo em 1984 e logo percebeu a necessidade de fortalecimento do movimento trabalhista. Mesmo com as adversidades, se manteve firme e atuante no movimento sindical.

“Agradeço em nome de todos os trabalhadores e trabalhadoras da aviação civil a Medalha da Liberdade e Cidadania, conferida a mim hoje. Ela deve servir de inspiração para todos nós. Priorizar a liberdade e respeitar a cidadania são deveres daqueles que têm o coletivo como prioridade”, declarou Selma durante a homenagem.

Medalha da Comenda Resistência Cidadã

A solenidade, que teve a primeira edição em 2015, acontece uma vez ao ano e tem como objetivo homenagear pessoas reconhecidas por seu trabalho social. Em entrevista ao portal SNA, Denise Batista, diretora de Eventos e Membro do Conselho da Chancelaria da Medalha, explicou que as pessoas contempladas se mostraram contrárias às injustiças e desmandos nas áreas jurídicas, sociais, artísticas e financeiras. “Por isso nosso ícone de resistência é o Tiradentes e a Festa Nacional da Liberdade é realizada, de preferência, na data de seu nascimento, 12 de novembro”, conta.

A indicação de Selma Balbino para recebimento da Medalha foi feita pela própria Denise, que reconhece na dirigente sindical um exemplo de luta e dedicação. “Convivo com a Selma há 20 anos e acompanho de perto o trabalho dela à frente do SNA e da FENTAC/CUT em prol dos direitos e deveres trabalhistas. Ela é uma pessoa que arregaça as mangas e vai à luta em favor de melhorias do coletivo, sem obter qualquer tipo de lucro pessoal”, destaca.