Todo apoio à greve dos tripulantes, aeroviários e operadores de torre da Aerolineas Argentinas

25

Tripulantes, aeroviários e controladores de torre da empresa estatal Aerolíneas Argentinas cruzaram os braços na segunda-feira (26) em protesto por melhores condições de trabalho e por reajuste salarial que reponha as perdas inflacionárias.

Essa é a quarta paralisação que contou com a adesão de 100% dos trabalhadores da aviação de todos os setores da companhia.

Segundo informações da imprensa argentina, foram cancelados 371 voos, atingindo cerca de 40 mil passageiros.

Os trabalhadores reivindicam um aumento salarial de 15% que foi combinado com o governo no começo do ano – previsão da inflação para 2018.  A greve também é um protesto contra a suspensão de 376 funcionários que participaram da organização da paralisação anterior.

A FENTAC se solidariza com a luta e parabeniza os trabalhadores argentinos pelo sucesso do movimento grevista.