Aviação agrícola: Aeronautas se reúnem com ANAC e Sindag

Encontro aconteceu na Bahia e teve como objetivo tratar assuntos da categoria

412

O Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) esteve reunido com representantes da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e do Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola (Sindag) na última semana, em Luís Eduardo Magalhães (BA), para discutir questões relacionadas à aviação agrícola no país.

De acordo com o Sindicato, entre os assuntos tratados esteve a construção de um parecer jurídico demonstrando a inconstitucionalidade de diversos projetos —municipais, estaduais e federais— que visam extinguir a atividade aeroagrícola.

Também, foi abordada a necessidade de intensificar e melhorar a formação dos pilotos agrícolas, visando sempre a segurança de voo.

Checadores

Sobre a reivindicação de haver checadores por região, a Anac esclareceu que há um projeto de longo prazo que prevê o credenciamento de cerca de 40 checadores espalhados pelo país.

Como medida imediata, a agência informou que já iniciou mutirões de cheque em regiões do país de maior concentração da aviação agrícola.

CCT

As empresas mantiveram rejeição à pauta de reivindicações apreesentad, que prevê, entre outras coisas, piso de R$ 2.062,25 e reajuste salarial de 8,5%. Porém, as duas partes se comprometeram a realizar estudos para averiguar o impacto econômico levantado pelo Sindag. Esses estudos serão apresentados em reunião a ser marcada em breve.

Com SNA