EDITORIAL: FENTAC repudia atos terroristas do último domingo em Brasília

Entidade soma-se ao discurso de diversos órgãos nacionais e internacionais que condenam violência de extrema-direita

34

O caos que foi instalado por milhares de terroristas em Brasília no último domingo (8) é o resultado de anos de discursos antidemocráticos, de ódio e de desprezo pelo que pregam os três poderes no Brasil.

Prédios foram depredados, móveis foram quebrados e arremessados, obras de arte foram vandalizadas e até mesmo roubadas. Os ataques realizados por extremistas, fascistas e seguidores de Bolsonaro ao patrimônio público é, de certa maneira, irreparável. Mesmo que tudo seja reconstruído e reparado, a mancha estampada na história da capital federal por este grupo de terroristas permanecerá na história.

Para a FENTAC, esse capítulo deverá servir para relembrar as próximas gerações das consequências de relevar discursos de ódio e atos antidemocráticos. “Nós vimos o que acontece quando fãs da ditadura não são punidos, quando pessoas que pregam a violência e o ódio a grupos políticos ficam impunes. O resultado está nos destroços e nos cacos de vidro dos prédios públicos de Brasília”, afirma a diretoria da FENTAC.

Por fim, a entidade reforça que, as atitudes do Governo Federal de prender e investigar afundo os atos praticados no último domingo são fundamentais para que cenas como as que foram vistas não voltem a repetir. “Acreditamos que mostrar para este grupo antidemocrático a força das instituições do nosso país é o caminho a ser seguido”, finaliza a direção da FENTAC.