Espírito Santo: Aeroviários denunciam discriminação em seleção na TAM

Segundo trabalhadores, processo não era aberto a todos

346

Dirigentes do Sindicato Nacional dos Aeroviários (SNA) receberam denúncia sobre caso de discriminação na TAM do Aeroporto Eurico Aguiar Salles, em Vitória (ES), no início de dezembro.

De acordo o Sindicato, a empresa abriu processo seletivo interno para o cargo de despachante, mas segundo trabalhadores, nem todos poderiam participar ,como agentes de bagagem e de rampa.

De acordo com o SNA, um aeroviário que prefere não se identificar por medo de sofrer represálias contou que apenas os funcionários de loja e agentes de aeroporto foram convocados para o processo seletivo. O fato não seria tão questionável, se essa fosse a primeira vez do ocorrido. Trabalhadores afirmam que esse tipo de postura se torna cada vez mais corriqueira e faz com que os profissionais de rampa se sintam discriminados dentro da empresa.

“Procuramos o setor de RH, falamos de discriminação e dissemos que já sabíamos quem seriam os escolhidos antes mesmo da liberação do resultado oficial. A empresa informou que faria uma entrevista com o pessoal de rampa para amenizar a situação, mas por telefone. Como achamos essa tratativa um absurdo, o RH marcou um processo seletivo exclusivo para o pessoal de rampa. Mas a confusão de nada adiantou e a TAM manteve seus escolhidos”, lamenta a funcionário.

A direção do Sindicato vai solicitar à assessoria jurídica da entidade que análise o caso, para saber se algum tipo de medida pode ser adotada contra a postura da empresa.