FENTAC e Cesit/Unicamp vão divulgar estudo sobre impactos da terceirização na aviação civil

A realização da pesquisa foi aprovada em Oficina de Planejamento da Federação, realizada em abril

364

Em breve, a FENTAC/CUT e o Centro de Estudos Sindicais e Economia do Trabalho da Unicamp (Cesit) vão divulgar um estudo inédito que vai mostrar os impactos do trabalho terceirizado na aviação civil no Brasil.

A realização da pesquisa foi um dos encaminhamentos aprovados em Oficina de Planejamento da Federação, realizada em 28 de abril, em São Paulo.

""
Nilton Mota – foto: Nayara Striane/Mídia Consulte

Durante a Oficina, dirigentes definiram como principais lutas o enfrentamento às terceirizações na mão de obra, que atingem principalmente os aeroviários nas empresas auxiliares. “Tiramos como meta impedir que as companhias aéreas façam novas terceirizações, bem como exigiremos que as terceirizadas cumpram a regulamentação profissional do aeroviário e os direitos trabalhistas e sociais assegurados nas nossas Convenções Coletivas de Trabalho (CCT) e o mais importante: reconheçam os sindicatos legítimos representantes dos trabalhadores”, enfatiza  Nilton Mota, diretor do Sindicato Nacional dos Aeroviários (SNA) e da Federação.

O dirigente de Porto Seguro explicou que a terceirização é prejudicial aos trabalhadores porque explora a mão de obra, as empresas fecham e não pagam ninguém e o mais preocupante coloca em risco a segurança das pessoas que voam nas aeronaves. “Esperamos que esse estudo contribua na nossa ação sindical no sentido de diminuir a terceirização na aviação”, conta Mota.