Reuniões bimestrais com SNEA terminam sem avanços nas pautas dos aeroviários e aeronautas

Agora em setembro, os sindicatos farão assembleias nas suas bases para consultar os trabalhadores sobre as pautas de reivindicações da Campanha 2017/2018

838

Terminou sem avanço a quarta e última reunião bimestral com o Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (SNEA), prevista em Convenção Coletiva de Trabalho, realizada na segunda-feira (4) na sede da entidade patronal, em São Paulo.

Na opinião dos dirigentes da FENTAC/CUT e dos sindicatos filiados dos aeroviários e aeronautas, o SNEA disse “que não foi possível convencer as empresas aéreas sobre as pautas de melhorias nos direitos  dos trabalhadores”, fato que os sindicalistas classificaram como uma postura “lamentável” e que demonstra que a nova gestão patronal não mudou em comparação às anteriores.  

“A marca que o SNEA nos propôs na primeira reunião, em março deste ano, de que nas gestões anteriores as reuniões eram improdutivas e que isso iria mudar, para nós essa impressão continua. Não tivemos avanços”, lamenta o presidente da Federação, o aeronauta Sergio Dias.   

Para a FENTAC e os sindicatos filiados, as empresas aéreas ditaram um ritmo moroso por causa dos “impactos” da Reforma Trabalhista (13.467/2017) ,que entrará em vigor em novembro no país, e da nova Lei do Aeronauta, aprovada pelo Senado Federal.

Campanha Salarial

Logo mais iniciará a Campanha Salarial 2017/2018 dos aeroviários e aeronautas da base FENTAC. O cenário econômico da aviação apresenta uma tendência de melhora e as empresas aéreas já estão se recuperando economicamente.

Nos últimos anos ocorreram diversas demissões no setor, mas em contrapartida houve um aumento da produtividade e a recuperação dessas margens e o esforço dos aeroviários e aeronautas devem  ser recompensados pelas empresas aéreas nessa Campanha Salarial.

Assembleias e entrega de pauta 

Agora em setembro, os sindicatos dos aeroviários de Guarulhos, Recife, Porto Alegre, Nacional de Aeroviários e Nacional de Aeronautas farão assembleias nas suas bases para consultar os trabalhadores sobre as pautas de reivindicações da Campanha deste ano.

A entrega das pautas ao SNEA está prevista para o dia 20 de setembro.