Trabalhadores do transporte aéreo poderão se vacinar nos próximos dias

Aeroviários, aeroportuários e aeronautas estão no próximo grupo prioritário para vacinação contra a covid-19

125

Nesta terça (25), o Ministério da Saúde (MS) anunciou a vacinação prioritária dos trabalhadores do setor da aviação. Agora, cabe às secretarias de saúde dos municípios encaixar essa prioridade nos cronogramas de vacinação de cada localidade.

Essa vitória vem após pressão da FENTAC sobre o MS. A entidade que representa mais de 100 mil trabalhadores em todo o país havia pedido a prioridade para o ex-ministro Eduardo Pazuello, e assim que houve a troca do responsável pela pasta, renovou o pedido ao atual Ministro Marcelo Queiroga.

A vacina que será aplicada nos trabalhadores é a AstraZeneca/Oxford, produzida pela Fiocruz. Conforme informações da própria produtora da vacina no Brasil, a primeira dose já é capaz de conferir ao vacinado uma proteção de 76%. Para atingir o potencial total de proteção, porém, é necessário também receber a segunda dose, que deve ser aplicada três meses depois da primeira.

A FENTAC celebra essa justa vacinação prioritária, já que os trabalhadores das categorias da aviação estão expostos e não pararam desde o início da pandemia. Para a entidade, essa conquista é de todos os que trabalham na aviação.

“Devemos comemorar essa vacinação, esse momento é nosso. O segundo passo agora é ficar atento para as informações das secretarias municipais de saúde”, afirma a direção da FENTAC, que continua, “são esses órgãos que vão dizer onde e quando receberemos a vacina”.

A entidade ainda recomenda que os trabalhadores não deixem de tomar a segunda dose, o que vem acontecendo muito em outros grupos prioritários.