Aeronautas propõem ao MPT ingressar ação conjunta contra a TAM

De acordo com o Sindicato, empresa tem sido intransigente para solucionar problema de redução salarial no pagamento de Descanso Semanal Remunerado

376

O Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) propôs ao Ministério Público do Trabalho (MPT) assinatura conjunta de ação civil pública contra a TAM, diante da intransigência da empresa em solucionar problema de redução salarial no pagamento de Descanso Semanal Remunerado (DSR) de tripulantes.

De acordo com o Sindicato, na terça-feira (23), em audiência na Procuradoria Regional do Trabalho da 2ª Região, em São Paulo, a empresa informou que não faria proposta de acordo por entender que não há irregularidades.

Em audiência anterior, o MPT já havia constatado, por meio de laudo pericial produzido por analista contábil, que “houve redução salarial no pagamento de DSR dos tripulantes da empresa investigada em razão da alteração do coeficiente utilizado para referido cálculo, ou seja, aplicação de 8/22 no lugar de 9/21 para tripulantes que se ativam nas aeronaves A-330, B-767 e B-777”.

O SNA agora aguarda que o MPT ingresse com a ação civil pública e informa aos tripulantes da TAM que continuará atuando no caso, em defesa dos direitos dos trabalhadores.

Do SNA