Porto Alegre: Aeroviários cobram da TAM melhorias para a categoria

Uniformes, ponto, PPP e barracão foram alguns assuntos discutidos em reunião

384

Dirigentes do Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre se reuniram com Roberto Baccaro e Julio Oliveira, do setor de Recursos Humanos da TAM, para discutir as demandas dos trabalhadores. O encontro aconteceu na quarta-feira (30), em Porto Alegre.

Na ocasião, o Sindicato cobrou uniformes para os aeroviários da empresa e ressaltou que alguns trabalhadores chegam a usar roupas de outras companhias devido à situação precária de seus próprios uniformes. Segundo a entidade, os representantes do RH admitiram que se assustaram com as condições dos itens utilizados pelos funcionários e comprometeram-se a solucionar o problema.

PPP e banco de horas

O Sindicato pediu uma solução para as reclamações feitas pelos trabalhadores em relação ao relógio ponto (four ponto) e o atraso na entrega do Perfil Profissiográfico Previdenciário (PPP), que deveria ocorrer nas rescisões.Os representantes do RH também se comprometeram a dar uma posição.

Sobre o banco de horas, o Sindicato já se manifestou contrário à iniciativa. Na reunião, o Jurídico da entidade ressaltou que a medida não é boa para o trabalhador. Mesmo assim, o Sindicato receberá a proposta e, se for o caso, convocará uma assembleia com os trabalhadores para deliberar sobre a mesma.

Aérea de Cargas  e armários

Por fim, o Sindicato também questionou a condição insalubre do “barracão” de lona na área de Cargas (que é frio no inverno e quente no verão). A entidade informou que os representantes da TAM farão uma visita ao local para ver o que pode ser feito para melhorar o espaço de trabalho.

Sobre a falta de armários, a TAM vai avaliar a possibilidade de instalação do mobiliário no setor de Rampa, com prioridade, e na manutenção.